segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Meditação guiada para dormir bem

Esta noite dormi bem e acordei apenas algumas vezes para ir ao banheiro, mas dormi e consegui descansar, apesar de agora estar um pouco sonolento. Atribuo parte de meu sucesso em dormir a uma prática que até então eu olhava com certo preconceito, mas que, nas duas últimas noites, tem se mostrado de grande valor: a meditação guiada.

Que delícia! O medicamento para dormir não estava fazendo efeito, mas a meditação guiada aliada ao chá de erva doce ou camomila ou erva cidreira me proporcionou um relaxamento tão bom que foi o suficiente para que eu adormecesse. E olha que a insônia e a ansiedade são minhas velhas conhecidas. Como agora estou estudando as práticas integrativas e complementares do SUS, as chamadas PICS, acho que vou dar um pouco mais de atenção à meditação.

Ultimamente tenho cuidado melhor de mim. Isso quer dizer que tenho frequentado a ESF do meu bairro, que procurei ajuda médica para minha dificuldade de dormir e que tenho aplicado em minha vida as técnicas que aprendi com o curso de extensão Formação Básica em Fitoterapia, Aromaterapia e Alimentação Saudável na Atenção Primária à Saúde.

Isso também quer dizer que estou me organizando melhor para minhas atividades diárias, procrastinando menos e me posicionando mais nos trabalhos em grupo. Aprender a dizer não e a sinalizar suas vontades pode diminuir bastante a carga de sofrimento psíquico que sofremos no dia a dia.

Algo que também tem me ajudado a controlar a ansiedade foi diminuir o número de informações que recebo diariamente pela internet ou por grupos de Whatsapp. Na maioria das vezes essas informações são inúteis e servem apenas para nos “acelerar”. Por causa disso desativei minhas contas em redes sociais como o Instagram e o Facebook. Confesso que não sinto falta.

Hoje fiquei muito estressado e ansioso por ter que apresentar um seminário sobre a Psicologia Individual, de Alfred Adler (depois conto a história completa). Sou uma pessoa muito tímida e tenho problemas para falar em público, mas, apesar de ter somatizado o estresse em uma dor de estômago muito irritante, consegui controlar o nervosismo e acho que fiz uma boa apresentação. Claro que ter dormido bem contribuiu para minha boa performance. Esta noite vou repetir a sessão de meditação depois de tomar meu chazinho. 
© Jefferson Reis
Maira Gall