Querer não é poder, mas pode ser outra coisa legal

by - janeiro 09, 2018

Algumas vezes, aceitar que não temos determinada habilidade ou facilidade é melhor do que continuar direcionando força ou atenção a uma atividade que não evolui. E isso é diferente de desistir. Aceitar nossas potências nos faz poupar tempo e esforços, além de nos encher de novas possibilidades.
Percebi que será difícil postar todos os dias aqui no blog durante janeiro, até porque não postei ontem porque há coisas que preciso fazer e também porque ainda estou despertando meu interesse pela ação. Ainda não consegui “arrumar” meu horário, continuo vampiro, só que agora menos vampiro.
Preciso fazer algumas leituras para a faculdade e escrever uma atividade avaliativa sobre Psicologia Sócio-Histórica, no entanto minha vontade é de ler ficção, assistir à coisas aleatórias no YouTube e desbravar a Netflix. Mas que fique registrado: estou lutando com todas as forças contra a procrastinação.
 Hoje comecei a ler o livro Caosmose, do Guattari, e senti um impulso de interesse. A leitura do primeiro tópico, Heterogênese, me fez perceber que estive por muito tempo dentro do mesmo território e que raramente saio de minha zona de conforto. Fiquei com vontade de me inserir em novos ambientes e de fazer coisas que normalmente não faria. Acho que pedalar é uma boa opção, faz tempo que desejo uma bicicleta com cestinha.
Continuo com o intuito de postar o máximo possível durante janeiro, mas se não for possível publicar seguidamente, não me sentirei mal por isso. Não quero tornar meu blog um estressor, tampouco acessório de um obsessivo-compulsivo. 

Aquele momento em que o gato deita em cima de você...

...dorme e você não pode se mexer.

Talvez você se interesse por

0 comentários

Olá!